Disfunção Erétil e a Diabetes

(Last Updated On: May 5, 2017)

Disfunção erétil e diabetes: um grande problema mas muitos evitam falar no assunto


 

A

disfunção erétil (DE) é uma frequente complicação da diabetes, mas recebe menos atenção do que é necessário. Um dos motivos é porque trata-se de um assunto delicado para alguns homem.

Encontrei três estudos que abordam a disfunção erétil e a diabetes sob ângulos diferente . O primeiro ” Disfunção Eréctil no paciente com diabetes mellitus “traz uma visão ampla sobre da disfunção erétil e a diabetes; o segundo estudo ” Impacto da Diabetes Mellitus na gravidade da disfunção eréctil e da resposta ao tratamento “discute a eficácia do tratamento com Cialis; O terceiro estudo ” Disfunção Erétil e Qualidade de vida em pacientes diabéticos tipo 2 “examina o impacto da disfunção erétil na qualidade de vida e saúde mental dos diabéticos.

A disfunção erétil está presente em 32% dos diabéticos tipo I, e 46% para tipo II. Profissionais da saúde a muito tempo estão cientes deste problema, mais ainda assim dão menos atenção a DE do que a outras áreas de risco da diabetes; como por exemplo o controle glicêmico. Disfunção erétil é tão comum na diabetes que é apontada como um indício para a diagnose e uma razão para suspeitar que o indivíduo tenha diabetes.

Durante os últimos 75 anos, haviam poucos recursos para o diabético que sofria de disfunção erétil. Remédios naturais tais como ioimbina e uma batelada de outros tratamentos incluindo-se a testosterona ou suplementos hormonais eram comumente tentados, mas obtinham poucos resultados. Pacientes que sofriam de disfunção erétil tinham apenas uma opção: a implantação de próteses no pênis. Com o uso de citrato de sildenafil conhecido como Cialis ou Viagra tudo começou a mudar dramaticamente. Estudos explicam como uma ereção ocorre e como a diabetes interfere nesse processo.

O evento inicial necessário para que uma ereção normal ocorra é a estimulação sexual. O sistema nervoso é ativado e envia impulsos para os corpos cavernosos do pênis liberando o óxido nítrico. Depois de uma reação química em cascata, os canais de cálcio e potássio intracelular são abertos, produzindo o relaxamento dos músculos e vasos sanguíneos do pênis.

Os sinusoides se abrem e o pênis se enche de sangue. Se os sinusoides são comprimidos, como num processo inflamatório o sangue fica preso bloqueia o aumento de fluxo e em última análise, anula a pressão sistólica o que impede a ereção normal. Abaixo alguns problemas trazidos pela diabetes que podem  interferir com o processo natural da ereção.

  • Anormalidades vasculares, neurais, endócrinas, sistemas musculares ou distúrbios psiquiátricos podem resultar em disfunção erétil
  • Quantidades anormais de glicose no sangue pode afetar os canais de potássio, que facilitam o relaxamento muscular do pênis
  • Diminuição do músculo liso e aumento de colágeno causando um aumento no fator de crescimento-beta devido a um excesso de insulina circulante no sangue
  • Danos neuropáticos somáticos e nos nervos autonômicos
  • A oclusão parcial das artérias pélvicas ou intra cavernosas
  • Depressão associada à doença crônica
  • Anormalidades na sensibilidade de óxido nítrico
  • Idade avançada e a diabetes também agravam essas condições

Existem muitas linhas de defesa disponíveis para enfrentar a disfunção erétil além dos medicamentos. A primeira linha de terapias devem ser a redução das condições que agravam a disfunção erétil. Eliminação do fumo, aumento de exercícios, e a melhora do controle glicêmico. Atenção às restrições alimentares especialmente os carboidratos, e uso de álcool com moderação são também importantes. Todos os fatores de risco que contribuem para doenças cardiovasculares também são fatores de risco para a disfunção erétil. Contudo há pouca evidência sugerindo que a melhoria no controle da diabetes em geral eliminaria a disfunção erétil mas certamente vai melhorar as coisas.

O uso de medicamentos para tratar doenças relacionadas com a diabetes também pode causar disfunção erétil, incluindo-se os medicamentos anti-hipertensivos. Substituição dos diuréticos tiazídico ou beta-bloqueadores por inibidores da enzima de conversão da angiotensina pode ser suficiente para recuperar a capacidade erétil. Efeitos secundários dos remédios para controlar a diabetes devem ser monitorados cuidadosamente. É necessário saber se são os remédios ou se é a diabetes a causadora do problema com a ereção. A melhor linha de tratamento, porém, é o citrato de sildenafil ou tadalafil (viagra ou cialis).

No segundo estudo apresentado intitulado “avaliação de impacto da Diabetes Mellitus na severidade da disfunção erétil e resposta ao tratamento ” –  Um grupo bem definido e com muitos participantes de cerca de 20 países. Um grupo com disfunção erétil e diabetes é comparado a outro sem diabetes, mas com disfunção erétil. O estudo constatou que disfunção erétil em diabéticos é mais grave do que em homens sem diabetes.

No último estudo apresentado intitulado ” Disfunção Erétil e Qualidade de vida em pacientes diabéticos tipo 2” – é abordado o impacto da qualidade de vida dos pacientes com diabetes e disfunção erétil. A presença de um desejo sexual normal e a incapacidade de concretizar fisicamente este desejo pode afetar a vida dos pacientes em diferentes formas, incluindo-se distúrbios nas relações interpessoais, e a sexualidade, problemas com parceiros e aumento de estresse mental, fazendo da disfunção erétil um parâmetro importante para a qualidade de vida. Pouco se sabe sobre o verdadeiro impacto da disfunção erétil na população diabética, apenas uma pequena amostra de dados está disponível.

Neste último estudo, indivíduos foram inscritos através de 114 clínicas diabéticas ambulantes e 112 através de clínicas. Todos os participantes foram convidados a preencher um questionário, em um intervalo de seis meses durante um período de 3 anos. O questionário perguntava sobre o stress causado pela diabetes e a vida sexual. Os resultados revelaram uma forte co relação entre a presença da disfunção erétil e a percepção de um agravamento na saúde em geral dos diabéticos. Homens que disseram ter disfunção erétil demonstraram stresses relacionados à sua saúde e stresses relacionado com a diabetes.




45,6% dos pacientes com ED frequente relataram sintomas depressivos graves. 50% dos pacientes com disfunção erétil consideravam a diabetes a culpada pelo impacto sobre a sua vida sexual. Em relação aos cuidados médicos e a ED, apenas 10,1% dos pacientes relataram que seus médicos perguntavam sobre suas vidas sexuais ou satisfação com suas relações sexuais. Isso expõe como os prestadores de serviço de saúde não estão cientes desse problema ou não consideram que seja de grande importância. Os participantes relataram que seus médicos e apenas perguntavam com iam suas vidas sexuais em apenas 10.1% das vezes. Isso demonstra que ha pouca preocupação nesta área, ou os profissionais da saúde não dão a devida importância ao problema.

Dificuldade erétil impacta vários setores da saúde e bem estar dos seus portadores. A forte associação entre a disfunção sexual e redução da qualidade de vida justifica o reconhecimento de que a disfunção erétil nos diabéticos é um problema sério e também para a saúde pública. É necessário identificar e tratar pacientes que sofrem de disfunção erétil, e convida-los ao diálogo. A função sexual deve ser considerada parte integrante da saúde dos diabéticos e não um problema a ser mantido em segredo.

 


 

 

Crédito da imagem: flickr.com

Comments

comments

In Category: DIABETES BRASIL

Marcos Taquechel

Marcos is an RN. Thanks for stopping by and reading my posts. I hope you are able to get something useful out of this blog. Take good care of yourself and don't worry about anything until you have something to worry about.

Show 62 Comments
  • Beatriz August 14, 2017, 18:09

    Tenho um tio com diabetes e ele sobre desse problema. Realmente é uma situação bem chata.

  • Carlos May 22, 2017, 07:31

    Ser feliz não é ter uma vida perfeita, mas deixar de ser vítima dos problemas e se tornar o autor da própria história.

  • Mary March 8, 2017, 12:27

    Realmente a disfunção erétil tem tudo a ver com a diabetes, acho um absurdo que mesmo os homens sabendo disso eles não procura por ajuda, não sei se é vergonha, timidez ou algo do tipo, vou compartilhar esse maravilhoso artigo para que mais pessoas possa ler e refletir um pouco mais sobre isso.

  • Beatriz February 21, 2017, 09:17

    nao sabia da ligacao! super interessante…

  • luciano February 19, 2017, 11:39

    Muito bom artigo! Muito esclarecedor vai ajudar muita gente, parabens.

  • Rodrigo January 31, 2017, 15:36

    Parabéns! ótimo artigo!
    Eu acredito que muitos homens tem vergonha de bater de frente com o problema e procurar ajuda, fazer algum tipo de tratamento, se envolvem com o trabalho, e vão deixando o tempo passar e só vão ver a gravidade do problema quando o casamento acaba. Muitos nem sabem que existem bons tratamentos para esses problemas!

  • João Vital January 4, 2017, 12:18

    Boa tarde amigo. Eu acho muito importante começar buscar ajuda e ser feliz com sua parceira na vida sexual também e tratar a disfunção erétil. Obrigado por essa matéria, foi uma leitura bem esclarecedora.

  • Lucas December 5, 2016, 19:15

    Muito bom o artigo.
    Assunto muito bem abordado e bem explicado.
    Acredito que muitos homens além de ficarem com medo quando recebem o diagnóstico de estar desenvolvendo algum tipo de diabete ainda ficam mais preocupados com esta questão relacionada a ereção que pode prejudicar sua vida sexual.

    Abraço!

  • Carlos Rocha November 2, 2016, 18:10

    Artigo muito bem escrito, esclareceu muitas duvidas, a maioria dos homens não cuidam da saúde como se deve e na hora do problema ficam desesperados. Mas se se cuidarem antes do diagnóstico melhor, se não terão que reaprender a viver…..

  • Anderson Pereira October 10, 2016, 18:43

    Parabéns pelo excelente artigo! Muito completo e bastante esclarecedor e nos ensina que devemos atacar realmente a raiz do problema ao invés de buscar soluções rápidas que podem até trazer alguma “solução” no curto prazo, mas que sentiremos as consequencias no longo prazo.

  • Rodrigo Araujo September 17, 2016, 09:14

    Muito bom seu artigo,tira muitas dúvidas sobre um assunto polemico ainda nos dias atuais ,pois existe uma cultura de machismo e um tabu em volta a esse assunto de impotência sexual por parte dos homens por não aceitarem o fato de que realmente estão com algum problema e pode ser mais sério que imaginam,pelo fato de procurarem ajuda somente quando o quadro fica pior.

    Forte abraço!

  • John Xavier September 13, 2016, 09:46

    Finalmente um artigo em Português bem escrito e com profundidade, sobre diabetes versus sexo.

    • Marcos Taquechel October 1, 2016, 11:33

      Obrigado pelo seu elogio! Tento manter meu Português em dia…

  • Edelfina Gutierres September 6, 2016, 06:52

    Realmente a disfunção erétil é algo terrivel para um casal eu passei por isso juntamente com meu marido e sabemos o que significa resolvemos tudo e tambem existia, ejaculação precoce o parceiro não aguenta esperar e já fica nas preliminares, nós resolvemos isso eu e meu marido sem qualquer remédio, uma amiga indicou testamos e foi melhor do que nunca vou compartilhar aqui e espero ajudar a todos com essa dica! http://www.turbinandodesempenhosexual.com.br

  • Pedro Paulo September 5, 2016, 08:03

    Muito bom artigo e bem esclarecedor. Importante saber que a diabetes pode estar relacionada e esse problema.

  • Raphael September 4, 2016, 15:13

    Eu não sabia, da relação,entre as duas doenças! Mas esse e tabu, e um problema que muitos homens, não conseguem abordar, com medo de serem criticados! O maior problema, e que nos tempos atuais, não e possível viver de forma saudável, ainda mas, se a pessoa for de classe media!

  • Luis September 4, 2016, 10:45

    Realmente falar sobre esse tema é muito constrangedor, principalmente para nós homens por causar impacto significativo em nossas vidas a medida que as pessoas próximas vão sabendo que você está com esse determinado problema.
    Infelizmente a diabete trás muitos problemas que afetam os homens e isso é muito constrangedor.
    O ruim é que o próprio tratamento da diabetes pode causar a disfunção erétil, ai claramente, diante das duas ocasiões, ficamos sem saber qual escolher, e isso por si só é muito deprimente.
    Como você citou, é importante eliminar os fatores de risco para melhoramos o quadro clínico.
    Mas infelizmente a maioria dos homens com esses sintomas são praticamente obrigados a estar tomando remédio para ajudar na hora “H”.
    Parabéns pelo artigo, gostei muito dos estudos de caso.

  • Rogério August 30, 2016, 10:56

    Artigo muito bom!
    Assunto muito bem abordado e excelentemente bem explicado.
    Infelizmente pessoas com diabetes tem vários problemas oriundos dessa doença o qual desconhecem completamente.
    Parabéns!

  • Adriana August 25, 2016, 06:54

    Nos dias atuais, a melhor coisa a se fazer é tentarmos viver uma vida mais saudável, comer melhor, fazer exercícios, beber muita água, porque a vida por si só já é uma loucura, um estresse, uma correria que os mais fracos não conseguem se reerguer.
    E para quem tem problemas de saúde hereditários a situação se agrava.
    Mente limpa, corpo limpo ainda é a melhor receita para se evitar estes tipos de doenças.
    Mesmo pessoas com diabetes podem sim viver uma vida plena e linda, sem problemas graves como a disfunção erétil, basta apenas seguir as regras que a doença impõe e cuidar da cabeça.
    Abraços.

  • Ana Luisa August 13, 2016, 07:28

    Tirando o peso da genética, muitos males são provocados por hábitos ruins em especial má nutrição e falta de exercícios físicos. Já vi muitos caso como os citados acima serem resolvidos apenas com uma dieta rica em nutrientes reparadores e um programa de exercícios saudáveis.

  • Jorge August 8, 2016, 19:02

    Certamente isso tudo é muito esclarecedor para que as pessoas não criem certos tabus e fiquem presos a muitas coisas, parabéns pelo artigo.

  • Ricardo Silva July 28, 2016, 10:33

    Parabéns pelo Artigo, pessoas com diabetes sofrem muito com a doença não é fácil são artigos como esse que ajuda a melhorar a qualidade de vida…parabéns

  • Ricardo Cezar July 28, 2016, 10:21

    Muito bom o artigo, achei bem esclarecedor!
    Muito já se fala da Diabete e poucas pessoas tocam nesse assunto, todos homens que tenha a doença precisam ler este artigo.. Parabéns

  • cristina July 20, 2016, 07:13

    Parabéns pelo post, bem esclarecedor , com certeza existem muitos homens que precisam abrir a mente para conseguir solucionar o problema de forma inteligente para ter uma melhor qualidade de vida, pois por vergonha e a falta de informação ainda atrapalha , muitos homens que sofrem em silêncio sem procurar solucionar seus problemas e ter uma vida saudavel

  • Paulo Moraes July 10, 2016, 10:35

    Parabéns pelo artigo, muito bem explicado me ajudou bastante, com certeza é preciso abrir a mente para conseguir solucionar tudo de forma que seja possível ter uma melhor qualidade de vida, pois por vergonha e ainda ser um tabu, muitos sofrem em silêncio sem procurar solucionar seus problemas e ter uma vida saudavel

  • Ana Peruso July 7, 2016, 12:58

    A disfunção é um dogma entre os homens e ninguém assume que já passou por isto. Só que enfrentar o problema é o primeiro passo para a solução. Negar só vai empurrar para baixo do tapete e não ajuda a resolver nada. Meu marido encarou de frente e eu fui junto, até acharmos a solução. Hoje retomamos o prazer que tínhamos perdido com os anos de casamento. Parabéns pelo artigo. Muito esclarecedor.

  • Ângela July 5, 2016, 14:10

    É verdade, muitas doenças podem sumir se dedicar a uma dieta de alimentos, não para emagrecer, mas uma dieta de coisas saudáveis e hábitos saudáveis também. Excelente post.

  • Lucas June 30, 2016, 20:34

    Artigo nota 10 realmente incrível a variedade de informações.. Gostei
    Posso Dizer que me Ajudou e Muito. Por Ser um assunto extremamente Delicado eu Diria que, seu Artigo Conseguiu de forma bastante Amigável.
    Parabéns

  • Carlos Novais June 30, 2016, 20:19

    Comecei a sofrer desse mal graças a Deus não foi relacionado a nenhuma doença crônica, foi uma queda hormonal apesar de não ser tão velho ter na época 33 anos mas resolvi com reposição de testosterona, no caso usei em gel bio transdérmico receitado por um terapeuta ortomolecular e resolveu demais não só a questão da falta de ânimo digamos assim rs, mas na saúde em geral.

  • Miriam June 29, 2016, 16:20

    Nossa que situação delicada. Deve existir muitos homens que precisam saber disso, pois não é um assunto muito popular. Parabéns!

  • Lídia June 29, 2016, 16:15

    É bem complicado este situação. O homem já não é muito de se abrir, alguns deixam chegar a uma situação quase reversível. Disfunção com diabete… bem complicado, porque diabete é uma doença que precisa ser verificada todos os dias.

  • Roger June 29, 2016, 10:51

    Diabete é um doença bem complicado tem que cuidar mesmo. Graças a Deus eu não tenho parentesco com essa doença, porque geralmente influi e muito na nossa saúde. A semana passada um vizinho novo veio a falecer, pois ele tinha a doença, mas por ser novo não cuidava e também não contou para ninguém da família. Bem complicado, foram os últimos a saber.

  • Carla sousa June 20, 2016, 13:09

    Meu marido usa esse método, agora nossa relação está pegando fogo srsrs, da uma conferida galera…

  • Luiz Anselmo May 24, 2016, 08:42

    Excelente matéria. Muito esclarecedor o fato deste assunto ser tão grave e mesmo assim ser um tabu para a maioria das pessoas por ser um assunto bastante delicado. Infelizmente alguns homens não aceitam o fato da sua masculinidade ser afetada por uma doença tão silenciosa e tão destrutiva.

  • Marcos Paim May 24, 2016, 06:48

    muito esclarecedor,e no meu caso que sou diabético, fiquei alarmado com a alta taxa de disfunção entre os diabéticos, pois sou do tipo 2, e segundo teu artigo estou entre os 46%, vou comentar isso com meu médico, muito obrigado, este artigo me ajudou muito.

  • Tereza May 8, 2016, 08:56

    Bom dia!
    Primeiramente, parabéns pelo artigo. Penso que a maior barreira, antes de qualquer coisa para o homem, é vencer o machismo e cuidar da sua Saúde desde cedo. Não tinha conhecimento que diabetes provocada disfunção erétil nos homens, principalmente esse assunto que provoca muita tensão e é mais comum do que se pensa. Por isso, cuidar desde cedo da saúde se faz necessário para minimizar a gravidade e resolver o problema com maior chance de cura.

    • Marcos Taquechel May 9, 2016, 11:24

      Obrigado pelo seu comentário!

      • jjunior April 6, 2017, 19:41

        Gostei muito do artigo esta bem explicadinho.

  • Rodrigo Araújo May 7, 2016, 12:22

    Ótimo artigo, esclarece bem sobre o assunto, sei que tem muitos homens que tem medo,Quando recebem uma noticia de que esta com diabetes pois sabem que também pode chegar a afetar a sua vida sexual
    Acredito que com esse artigo muitos terão uma boa direção.

  • Rodrigo Araújo May 3, 2016, 11:13

    Realmente a diabetes afeta a saúde das pessoas e de como elas lidam com essa doença, e no caso dos homens afetando também a área sexual relacionada a ereção, então é algo que se torna muito difícil para muitos homens quando recebem o diagnóstico, gostei muito ótima postagem, muito esclarecedora.

  • Geroncio April 13, 2016, 06:44

    Parabéns pelo artigo, isso é comum em muitos homens, e muitos deles teêm muito medo de comparecer ao medico, por que isso acaba sendo um tabú.

  • henrique knap April 3, 2016, 20:37

    Gostei do seu artigo, isso é muito constrangedor pra nós homens.
    Até pra comentar isso com um médico é muito constrangedor e ainda ter que se expor
    pra família ou as pessoas. Tenho familiares que já teve diabetes, mas o bom é se cuidar neh.

  • Erick April 2, 2016, 14:53

    Muito bom o artigo, tenho parente na família com este problema, vou passar para ele.
    Obrigado!

  • Moraes Antunes April 2, 2016, 13:49

    Nossa 75% é numero assustador, estou com 42 anos e nunca fiz o teste de glicose. Acho que é o momento. Vou começar a me cuidar 🙁

  • rodrigo souza March 23, 2016, 03:54

    Gostei, artigo muito exclareceçedor. Realmente muitos homens sofrem calados com este problema de disfunção erétil que muitas vezes tem relação com a diabetes, parabéns pela iniciativa.

  • Jandelson dos Santos March 17, 2016, 13:21

    Artigo realmente revelador e que poderá ajudar a Auto-estima de muitos homens.
    Agora SIM, os Homens poderão contar com uma solução que muitos desejam e estão dispostos a se ajudarem.

  • Cezar Fernandes March 14, 2016, 06:15

    Excelente artigo. Pesquisando na internet, poucas publicações tratam o tema com a devida clareza. Além do conteúdo, de extrema relevância, a abordagem nos leva a enxergar a disfunção erétil como algo a ser encarado sem receios, encorajando a todos que sofrem do problema a procurar uma ajuda. Creio muito que milhares de homens apresentam o quadro mas por motivos particulares não assumem a condição e prolongam as consequências. Sabemos que o assunto é um tanto delicado mas devemos tratá-lo de forma natural, considerando também que a diabetes é uma doença que atinge milhões de homens em todo o mundo, portanto, não é algo incomum ou exclusivo. Parabéns pela publicação.
    Forte abraço!!!

  • Morais March 10, 2016, 07:12

    Gostei muito do artigo esta bem explicadinho, eu sei o quando e difícil receber um diagnostico que você esta com diabetes alem de ficar com medo ficam bastante preocupados com a questão relacionada a ereção que pode prejudicar sua vida sexual.

  • Amanda Santos March 9, 2016, 16:36

    Olá Boa Noa Noite! Adorei o Artigo!
    Concordo com o comentário do nosso amigo Jeferson Candido
    “Talvez se os homens fossemos um pouco mais tranquilo, “mente aberta”, esse problema de disfunção erétil fosse tratado de outra forma.”

    * Tive esse tipo de problema com meu esposo por um bom tempo e ele se negava em procurar ajuda, talvez pelo seu jeito machista ou vergonha, mas não aguentava mais e tive que coloca-lo na parede, ou ele procurava um tratamento ou eu o largava e só assim ele foi em busca de ajuda e hoje posso dizer, ele prática atividades físicas tem uma alimentação balanceada estou muito mais feliz do que antes, em todos os aspectos…

    Um grande Abraço e Obrigada!!!!

    • Marcos Taquechel March 9, 2016, 19:39

      Obrigado pelo seu comentário Amanda. Tenho muitas outras dicas sobre alimentação que pedem ser úteis. Volte sompre!

  • Ricardo Aruza March 9, 2016, 14:39

    Parabéns!
    Pela iniciativa de trazer este conteúdo enriquecedor.
    Qualquer problema ou doença que limite o fluxo de sangue ao pênis pode causar Disfunção erétil, ou seja, não atinge o limite de rigidez suficiente para ereção. Algumas doenças e estilos de vida podem levar ao surgimento de aterosclerose, dentre elas podemos citar tabagismo, diabetes, hipertensão, a buso de álcool, drogas e obesidade. Além disso, muitos medicamentos utilizados para tratar estas doenças também podem alterar a função erétil. Exemplos muito comuns são medicações utilizadas para manter o nível de pressão arterial reduzido e acabam por também piorar a qualidade da ereção. Causas relacionadas a fatores orgânicos estão associados diretamente à disfunção erétil como: Diabetes do tipo 1 e 2; Hipertensão; Colesterol Elevado (Dislipidemia); Risco Cardiovascular; Depressão; Fármacos (Remédios); Álcool, tabagismo e drogas; Problemas de Próstata.
    Não quero me alongar mais – Desejo Muito Sucesso Aqui Agora e Sempre!!!!
    Grande Abraço.

  • Paulo José January 6, 2016, 13:09

    Parabéns, ficou muito bom seu artigo!

    E realmente um dos maiores obstáculos para nós homens é realmente terem que admitir junto ao médico que tem DE, visto que a maioria dos médicos nem perguntam se pode haver essa possibilidade para tetarem fazer um diagnóstico mais preciso.

    E o Jeferson Candido está coberto de razão quando diz que o governo tem que conscientizar mais a polução com campanhas direcionada ao DE.

    Quem sabe algum dia o governo acorde… O importante é continuarmos falando do assunto!

    Abraço.

  • Marcos Taquechel January 2, 2016, 13:31

    A DE é o sintoma mais ignorado da diabétes porque existe o estígma quanto as funções sexsuais. Os portadores masculinos não se sentem bem admitindo que tem problemas e os sintomas continuam a causar danos na área psycologica do indivíduo. Obrigado pelo seu comentário Jeferson!

  • Jeferson Candido January 2, 2016, 11:34

    Boa Tarde! Excelente Artigo!

    Talvez se nós homens fossemos um pouco mais tranquilo, “mente aberta”, esse problema de disfunção erétil fosse tratado de outra forma. Infelizmente somos machistas ao pode de não querer nem tocar nesse assunto o que dirá procurar um especialista para tratar o problema.

    Claro que não estou pondo a culpa só em nós homens, o governo também precisa assumir sua responsabilidade com tal problema. Poque o governo não encara o problema da (DE) como encara o câncer de mama? Sempre vejo milhares de campanhas sobre o câncer de mama e até hoje não me lembro de ter visto uma se quer sobre (DE).

    Vamos ver se daqui para frente essa situação mude…

    Um grande Abraço

  • Roberto Machado December 30, 2015, 12:32

    Muito bom seu artigo, me esclareceu as dúvidas. Isso vai ajudar muitos homens com suas dificuldades, estou bem confiante pois estou sofrendo com a mesma situação, mais estou em tratamento, gostei muito do artigo, Parabéns!!!

  • Bruno César December 7, 2015, 09:56

    Muito bom o artigo, bem esclarecedor, acredito que a maioria dos homens além de ficarem com medo quando recebem o diagnóstico de estar desenvolvendo algum tipo de diabete ainda ficam muito preocupados com esta questão relacionada a ereção que pode prejudicar sua vida sexual.

    • Marcos Taquechel December 7, 2015, 19:50

      Obrigado pelo seu comentário. Ha também um tabu quanto à disfunção eréctil e muitos não procuram se tratar com medo de admitir que tem o problema. O artigo indica o sucesso com o uso do Viagra.

    • Rafael Zwirtes August 30, 2016, 17:56

      Parabéns pelas informações sobre diabetes, muito boa a abordagem.

    • Anderson Silva November 21, 2016, 09:36

      Olá! Sou uma pessoa celíaca. Tenho sérios problemas com alimentos que contem glúten. Quando descobri meu problema tive que alterar toda a minha alimentação. Essa mudança de hábito acabou levando ao meu emagrecimento e de tabela melhora da minha saúde sexual. Não utilizo remédio algum, apenas o uso de alimentos mais saudáveis melhorou minha vida sexual e meu bem star. Deixo aqui a dica para você caso queira tentar mudar sua alimentação na tentativa de ter uma desempenho sexual melhor.

      http://www.doencaceliaca.net/

  • Tatila Silva December 5, 2015, 06:28

    Realmente é uma situação muito difícil, com meu esposo acontece em relação a ejaculação precoce, mas ele tem feito o tratamento e tem melhorado muito.

Leave a Comment